Glossário

Este glossário tem por finalidade traduzir para uma linguagem mais simples, os termos técnicos utilizados pelo cirurgião dentista. Entretanto, se a sua dúvida persistir, estaremos a sua disposição para maiores esclarecimentos através do Disque OdontoPrev ou do Fale com a OdontoPrev.
  1. TERMO DEFINIÇÃO
    ADEQUAÇÃO DO MEIO BUCAL No tratamento de crianças pequenas com grande atividade de cárie, realiza-se inicialmente a remoção dos focos de infecção e colocação de restaurações provisórias nos dentes cariados, para então remoção completa das cáries e restaurações definitivas, ao longo do tratamento.
    AJUSTE OCLUSAL Procedimento de ajuste da mordida, através de pequenos desgastes nos dentes e próteses.
    ALVEOPLASTIA Cirurgia que corrige o osso que sustenta os dentes. É realizada normalmente após a extração de múltiplos dentes ou quando há necessidade de colocar uma prótese e o osso está irregular.
    ALVEOLITE Infecção na região onde o dente foi retirado. Normalmente acompanhado de dor.
    AMPUTAÇÃO RADICULAR COM OU SEM OBTURAÇÃO RETRÓGRADA Retirada cirúrgica de uma das raízes do dente., deixando outra que servirá de suporte.
    APARELHOS ORTODÔNTICOS São aparelhos que tem a função de corrigir a posição dos dentes.
    APICECTOMIA COM/SEM OBTURAÇÃO RETROGRADA Retirada cirúrgica da ponta da raiz. É retrograda quando se obtura a raiz (canal) durante a cirurgia.
    APICIFICAÇÃO Troca de medicação durante o tratamento de canal para estimular fechamento da raiz (nos casos de tratamento de canais de dentes que ainda não haviam completado sua formação total).
    APLICAÇÃO TÓPICA DE FLÚOR É a aplicação de flúor, em forma de gel, nos dentes da criança.
    ATTACHMENT Tipo de encaixe entre a prótese parcial removível e a coroa no dente de suporte.
  2. TERMO DEFINIÇÃO
    BIÓPSIA Remoção cirúrgica de fragmentos ou pedaço de tecido da boca para exames laboratoriais de diagnóstico de diversas patologias.
  3. TERMO DEFINIÇÃO
    CAPEAMENTO PULPAR É a proteção da polpa (nervo do dente) com material especifico, a fim de tentar evitar o tratamento de canal.
    CARIOSTÁTICO Substância líquida utilizada para inibir a continuidade da cárie (não restaura o dente). Ela escurece o dente e é apenas indicada no tratamento de crianças pequenas com cáries muito extensas, que apresentam dificuldades de comportamento no tratamento odontológico.
    CIRURGIA DE APROFUNDAMENTO DE SULCO Cirurgia feita na gengiva para colocação de prótese.
    CIRURGIA DE CORREÇÃO DE BRIDAS É a remoção de pequenos freios labiais que dificultam a adaptação da prótese.
    CIRURGIA PARA TORUS PALATINO OU MANDIBULAR É a remoção de um "calo ósseo" que poderá estar localizado na região de céu da boca e/ou mandíbula (maxilar inferior).
    CIRURGIA PERIODONTAL Tratamento cirúrgico de problemas de gengiva.
    CIRURGIA DE REMOÇÃO DE CISTO É a remoção cirúrgica de cistos (lesão óssea) localizados na boca.
    CLAREAMENTO DENTAL BOCA TODA (CASEIRO) Procedimento estético para deixar os dentes mais claros. Utiliza-se gel + moldeira e é realizado em casa pelo paciente por tempo determinado pelo dentista.
    CLAREAMENTO DENTAL DE DENTE DESVITALIZADO Clareamento de um único dente escurecido, provavelmente causado pelo tratamento de canal ou trauma no dente. Realizado no consultório odontológico.
    CONTROLE DE PLACA BACTERIANA Evidenciação de placa bacteriana, orientação de técnica de escovação e dieta.
    COROA DE AÇO / POLICARBONATO Coroas que revestem todo o dente da criança, quando este está muito destruído. As coroas de aço (cor prata) são usadas nos dentes do fundo e as de policarbonato nos dentes da frente (cor do dente).
    COROA DE JAQUETA ACRÍLICA Coroa em resina termoativada, confeccionada em laboratório protético. Normalmente utilizada para dentes anteriores (da frente).
    COROA METALO CERÂMICA Coroa de metal coberta de cerâmica (porcelana).
    COROA METALO PLÁSTICA Coroa de metal coberta por faceta de resina.
    COROA OCA DE PORCELANA Coroa só de porcelana (cerâmica).
    COROA PROVISÓRIA Coroa de resina provisória, que recobre o dente devolvendo a sua função e estética, até que a coroa definitiva fique pronta.
    COROA TOTAL METÁLICA Coroa de metal que recobre todo o dente.
    COROA VENEER Coroa de metal com face (frente) de resina.
    CURETAGEM APICAL É a curetagem da lesão localizada na ponta da raiz do dente.
  4. TERMO DEFINIÇÃO
  5. TERMO DEFINIÇÃO
    ENUCLEAÇÃO DE CÍSTICA Técnica para remoção cirúrgica de cistos localizados na boca.
    EXCISÃO DE MUCOCELE / RÂNULA Remoção de "bolhas" de saliva que se formam quando um ducto salivar está entupido.
    ENXERTO GENGIVAL Técnicas cirúrgicas utilizadas para cobrir a raiz dos dentes nos casos em que haja grande perda da gengiva.
    EXODONTIA O ato de extrair o dente.
    EXODONTIA DE DENTE SEMI-INCLUSO, INCLUSO OU IMPACTADO Extração do dente do ciso (3º molar).
    EXODONTIA DE RAIZ RESIDUAL Remoção cirúrgica de raízes dentais que já não mais apresentam a coroa (parte do dente acima da linha da gengiva).
    EXODONTIA DE DENTE DECÍDUO Extração de dente de leite.
  6. TERMO DEFINIÇÃO
    FRENECTOMIA LINGUAL/LABIAL Cirurgia feita no freio (membrana) da língua ou do lábio.
  7. TERMO DEFINIÇÃO
    GENGIVECTOMIA Cirurgia para remoção do excesso de gengiva ao redor do dente.
  8. TERMO DEFINIÇÃO
    HEMORRAGIA Caso de sangramento após a extração de um dente ou corte na gengiva.
  9. TERMO DEFINIÇÃO
    IMPLANTE DENTÁRIO Técnica de colocação de parafusos em estrutura óssea e que servirão de base para prótese.
    INLAY / ONLAY É uma restauração indireta, ou seja , confeccionada em laboratório, que reconstrói pedaços extensos de dentes destruídos que não podem ser restaurados pelas restaurações convencionais. Podem ser confeccionadas em metal, porcelana ou resina.
    IMOBILIZAÇÃO DENTÁRIA Procedimento para fixar dente com mobilidade.
  10. TERMO DEFINIÇÃO
  11. TERMO DEFINIÇÃO
  12. TERMO DEFINIÇÃO
    LAMINADO EM RESINA OU PORCELANA Faceta confeccionada em laboratório, colocada nos dentes anteriores. Podem ser confeccionadas em resina ou porcelana.
  13. TERMO DEFINIÇÃO
    MANTENEDOR DE ESPAÇO É um tipo de aparelho utilizado em crianças, para manter o espaço do dente que foi perdido antes do tempo, até que o dente permanente erupcione (cresça).
    MARSUPIALIZAÇÃO CÍSTICA Procedimento cirúrgico que auxilia na remoção de cistos localizados na boca.
  14. TERMO DEFINIÇÃO
    NÚCLEO METÁLICO FUNDIDO Pino que vai dentro da raiz para retenção da coroa. Confeccionado em laboratório protético.
    NÚCLEO DE PREENCHIMENTO Preenchimento da coroa do dente com material restaurador antes do preparo do dente para realização da coroa (para aumentar a retenção da coroa).
  15. TERMO DEFINIÇÃO
    ODONTALGIA Termo genérico para dores odontológicas/dentais que podem ser provenientes do canal (ex.: pulpite), ou de cárie, sensibilidade de colo, etc.
    ODONTO-SECÇÃO Separação das raízes de dentes para a extração ou outras indicações.
  16. TERMO DEFINIÇÃO
    PLACA BACTERIANA É uma película composta por bactérias, restos alimentares e saliva que fica aderida à superfície dos dentes. Se não removida, poderá desenvolver cáries ou transformar-se em tártaro e causar doenças da gengiva.
    PLACA DE MORDIDA Placa confeccionada com resina ou silicone. Utilizada em casos de reabilitação protética, disfunção de ATM ou bruxismo (ato de ranger ou apertar os dentes durante a noite).
    PREENCHIMENTO PARA RESTAURAÇÕES É a colocação de um material intermediário (entre o dente e a restauração de amalgama ou resina).
    PREPARO DE CONDUTO PARA NÚCLEO Remoção do material obturador de dentro do canal para colocação de um núcleo (pino) no dente.
    PROFILAXIA Limpeza e remoção de placa bacteriana (tártaro).
    PRÓTESE FIXA METALO CERÂMICA Prótese composta por no mínimo 3 coroas fixas entre si, de metal coberta de cerâmica (porcelana).
    PRÓTESE FIXA METALO PLÁSTICA Prótese composta por no mínimo 3 coroas fixas entre si, de metal coberta com faceta de resina.
    PRÓTESE PARCIAL REMOVÍVEL Ponte móvel, indicada para substituir a perda de alguns dentes.
    PRÓTESE PARCIAL REMOVÍVEL PROVISÓRIA Ponte móvel provisória, que devolve a sua função e a estética, até que a prótese parcial removível definitiva fique pronta.
    PRÓTESE TOTAL Dentadura, indicada para substituir a perda de todos os dentes.
    PRÓTESE TOTAL IMEDIATA Dentadura realizada logo após a extração de todos os dentes da boca (arcada). Ela é temporária e será trocada pela prótese total definitiva assim que a cirurgia estiver cicatrizada.
    PULPITE Inflamação aguda do canal que provoca dor muito intensa e que necessita de tratamento endodôntico ( de canal) para sua solução.
    PULPOTOMIA Tratamento para retirada da polpa dental, geralmente causada por cárie ou fratura do dente. Este procedimento precede o tratamento de canal propriamente dito.
  17. TERMO DEFINIÇÃO
  18. TERMO DEFINIÇÃO
    RADIOGRAFIAS EXTRA-ORAIS São as radiografias grandes tiradas por fora da boca. São realizadas em Centros Radiológicos Especializados. São denominadas radiografias panorâmicas ou telerradiografias.
    RADIOGRAFIAS INTRA-ORAIS São as radiografias pequenas tiradas por dentro da boca. São realizadas em consultórios ou centros especializados. São denominadas radiografias interproximais, periapicais ou oclusais.
    RADIOGRAFIAS INTERPROXIMAIS São as radiografias pequenas, tiradas por dentro da boca e que servem para pesquisar a existência de cáries entre os dentes, bem como, verificação de adaptação de prótese, mostrando os dentes superiores e inferiores de um mesmo lado, na mesma radiografia.
    RADIOGRAFIAS OCLUSAIS São as radiografias médias, tiradas por dentro da boca e que servem para pesquisar a existência de lesões no osso ou dentes supranumerários.
    RADIOGRAFIAS PANORÂMICAS São as radiografias grandes tiradas por fora da boca, que mostram toda a face do paciente (visão frontal). São realizadas em Centros Radiológicos Especializados.
    RADIOGRAFIAS PERIAPICAIS São as radiografias pequenas, tiradas por dentro da boca e que servem para pesquisar a existência de cáries, análise da ponta da raiz, estrutura óssea que circunda o dente e adaptação de prótese.
    RASPAGEM SUPRA E SUB-GENGIVAL Remoção de cálculo (“tártaro”) acima e/ou abaixo da gengiva, com posterior polimento dos dentes. Tem por objetivo restaurar a saúde da gengiva.
    REDUÇÃO CRUENTA E INCRUENTA DE FRATURA ALVÉOLO DENTÁRIA Recolocação cirúrgica de dentes e/ou osso que foram deslocados após trauma.
    REDUÇÃO DE TUBEROSIDADE Cirurgia no osso para melhor receber uma prótese removível ou total.
    REEMBASAMENTO Preenchimento das próteses com material resinoso, para melhorar a adaptação das mesmas.
    REIMPLANTE DENTÁRIO É a recolocação do próprio dente no alvéolo (Cavidade onde se instala o dente) após este ter se deslocado por traumatismos.
    REMINERALIZAÇÃO DE ESMALTE Aplicação de flúor para recalcificar (devolver o flúor perdido) nas manchas brancas de alguns dentes.
    REMOÇÃO DE HIPERPLASIAS É a retirada do excesso de gengiva ou mucosa.
    RESTAURAÇÃO EM AMALGAMA É a conhecida obturação. Feita com uma liga de metal (prata) e mercúrio. É utilizada nos dentes posteriores (dentes do fundo).
    RESTAURAÇÃO EM IÔNOMERO DE VIDRO Restauração com material semelhante à resina composta.
    RESTAURAÇÃO EM RESINA COMPOSTA É a conhecida obturação da cor do dente. Feita com material plástico, quimicamente ativado. Normalmente utilizada nos dentes anteriores (dentes da frente).
    RESTAURAÇÃO EM RESINA FOTOPOLIMERIZÁVEL É a conhecida obturação. Feita com material plástico, ativado pela luz, da cor do dente. Normalmente utilizada nos dentes anteriores (dentes da frente).
    RESTAURAÇÃO A PINO Quando o dente está consideravelmente destruído, são realizadas pequenas retenções para melhorar a resistência da restauração (amalgama ou resina).
    RESTAURAÇÃO METÁLICA FUNDIDA Pequena prótese que reconstrói pedaços extensos de dentes destruídos que não podem ser restaurados pelas restaurações convencionais (amalgama, resina). São prateadas.
    RESTAURAÇÃO PREVENTIVA São as restaurações realizadas em dentes com cáries incipientes (cáries bem pequenas, normalmente localizadas nos sulcos do dente).
    RETALHO DESLIZANTE / ENXERTO GENGIVAL Técnicas cirúrgicas utilizadas para cobrir a raiz dos dentes nos casos em que haja grande perda da gengiva.
    RETRATAMENTO DE CANAL (RETRATAMENTO ENDODÔNTICO) Reconfecção do tratamento de endodôntico, ocasionado por uma reinfecção no canal (raiz) do dente, já tratado anteriormente. É realizada a remoção da obturação do canal, nova desinfecção e novo preenchimento da raiz com material obturador.
  19. TERMO DEFINIÇÃO
    SELANTE Material resinoso transparente utilizado nas fissuras (sulcos) dos dentes, para dificultar a formação de cárie.
    SESSÃO DE CONDICIONAMENTO Consulta para crianças pequenas que necessitam de adaptação antes do tratamento odontológico.
    SUTURA Ou "ponto", é o procedimento realizado para melhorar a cicatrização após a extração/ cirurgia periodontal.
  20. TERMO DEFINIÇÃO
    TÉCNICA DE LOCALIZAÇÃO É um conjunto de radiografias periapicais realizadas nos Centros Especializados, que ajudam a determinar a exata localização do dente ou lesão.
    TELERRADIOGRAFIAS São as radiografias grandes tiradas por fora da boca, que mostram a face do paciente (visão lateral). São utilizadas para o planejamento dos tratamentos ortodônticos. São realizadas em Centros Radiológicos Especializados.
    TRATAMENTO DE ABSCESSO PERIODONTAL Remoção de bolsas de pus na gengiva.
    TRATAMENTO DE CANAL (TRATAMENTO ENDODÔNTICO) Tratamento realizado na raiz (canal) do dente, com remoção do "nervo", desinfecção do canal e preenchimento da raiz com material obturador. Este tratamento é realizado tanto em dentes permanentes como em "dentes de leite".
  21. TERMO DEFINIÇÃO
    ULOTOMIA / ULECTOMIA / CUNHA DISTAL É a remoção da gengiva (mais dura) que obstrui a erupção (nascimento do dente).
  22. TERMO DEFINIÇÃO
  23. TERMO DEFINIÇÃO
  24. TERMO DEFINIÇÃO
  25. TERMO DEFINIÇÃO
  26. TERMO DEFINIÇÃO